object1625919614
No último final de semana de competições da Vela Oceânica em 2018, o ICRJ recebeu no dia 16 de dezembro mais de 150 velejadores em 24 barcos das classes ORC, IRC e BRA RGS para a 24ª edição da tradicional Regata Neptunus. A largada foi realizada nas proximidades da Escola Naval com ventos fortes na Baía de Guanabara, mas passando a Ilha do Pai fora da Baía, a baixa intensidade dos ventos tornou os barcos mais lentos até o retorno à Escola Naval. O veleiro fita azul da competição - primeiro barco a cruzar a linha de chegada - foi o Sorsa III do Comandante Celso Quintella, que já havia sido o fita azul na Santos-Rio, realizada em novembro de 2018.

ORC
Na Classe ORC, oito barcos estavam na disputa. Com o tempo corrigido de 3h27min41s, o Barco Duma (ICRJ) do Comandante Haakon Lorentzen levou o título. Em segundo lugar ficou o Barco Sorsa III (ICRJ), com 3h30min05s. E em terceiro temos o Vesper IV (ICRJ), do Comandante João Marcos Mendes, com 3h32min39s.

IRC
Na Classe IRC, também competindo com oito barcos, quem levou a melhor foi o barco Lady Milla (ICRJ), do Comandante Ricardo Tolentino, com o tempo corrigido de 3h35min55s. Em seguida, o barco Neptunus HP (ICRJ), do Comandante André Mirsky, filho do velejador Sérgio Mirsky - cuja regata foi criada em sua homenagem – completou a prova em 3h43min59s. Na terceira posição chegou o Temiminos (ICRJ), do Comandante Timothy Barr, com o tempo de 3h50min21s.

BRA RGS
Com sete barcos da Classe BRA RGS na água, a disputa ficou entre o Tangará II (ICRJ) do Comandante Lars Grael e o Xequemat (CNC), do Comandante Clovis Cesar de Oliveira. Com exatos três minutos de vantagem, o título ficou com o Tangará II, com o tempo de 3h36min58s. O Xequemat completou a prova em segundo lugar com o tempo de 3h39min58s. Completou o pódio o barco Dorf (ICRJ) do Comandante Roberto Schnarndorf com 3h40min12s.

A Regata Neptunus
Criada em 1995, a Regata tem o nome Neptunus para homenagear Sérgio Mirsky, um dos maiores velejadores da história do Brasil, que velejou sempre em barcos nomeados Neptunus, I, II, III, IV, V. Seu barco brilhou durante 60 anos na América do Sul e correu todas as regatas da época. Mirsky é o detentor do maior número de milhas nevagadas em regatas pelo Brasil, possuindo o expressivo número de 28 fitas azuis (de primeiro lugar) com 35 participações na tradicional Regata Santos-Rio.
cartaz circuito rio insta
32Semana Vela instagram